quinta-feira, 30 de setembro de 2010

"... quiero irme a Portugal, para morir de melancolía..."

Cais das Colunas, a antiga porta marítima da cidade de Lisboa. 
Não é lindo? Consegues imaginá-lo dito com um sotaque espanhol? (agora não deves ter muitos problemas em fazê-lo... eheheh) Ouvi hoje na aula de Español e olha... me morí de amores por eso

Foi muito curioso: hoje estivemos a falar das ideias-cliché que temos de povos de outros países e chegámos a conclusões bastante engraçadas! A mais surpreendente (que acaba por não ser grande surpresa se pensarmos nisso) é que quase todos os povos acham os de outras nacionalidades convencidos ou arrogantes. Tu que estás no meio de tanta gente de tantas nacionalidades é que podias experimentar fazer este exercício: qual é a ideia que uns têm das pessoas de cada um dos outros países?  

Sabias, por exemplo, que os espanhóis acham que os italianos são chatos e nunca se calam? Que acham que eles falam demais? E de quem é que nós, portugueses, temos essa ideia...? Dos espanhóis! Divertido, não?

Mas como boa portuguesinha que sou, vou puxar a brasa à minha sardinha: o mais giro foi mesmo descobrir a ideia que os outros países têm dos portugueses! Ora cá vai (e vai em castellano!):

-hospitalarios (sim, a hospitalidade é uma característica que nós próprios reconhecemos entre nós);

-perezoso (a preguiça é uma fama só cá de dentro de Portugal, lá fora, pelo contrário, temos fama de bons trabalhadores. Uma colega minha apresentou a teoria de que os bons trabalhadores saíam de Portugal e cá só ficavam os preguiçosos. Ahahah! A professora achou piada à ideia);

-aventureros (esta deve ser por não termos medo em emigrar, e pelas Descobertas);

-tradicionales (a professora lembrava o facto de termos mil e uma festas tradicionais - santos populares, festa da espiga, etc etc - que comemoramos com gosto e envolvemos toda a gente nas comemorações);

-cotillas (somos cuscos como os espanhóis! Mas a professora dizia que os espanhóis são mais! Em compensação ela diz que aqueles casos macabros como aquele homem que tinha a rapariga fechada na cave durante anos ou o casal que tinha os filhos enterrados no jardim jamais aconteceriam em Espanha ou Portugal: de certeza que alguma vizinha cusca ia dar conta! Ahahahah!)

-pesimistas (ups, a carapuça serve-me! Mas a professora diz que é só fachada, que nós no fundo até nem somos muito assim, mas que se alguém perguntar, alguma coisa tem de estar sempre mal... se não estiver mal... é porque algo grave e mau se passa! Ahahahah!);

-cariñosos (adoro descobrir que esta é a ideia que passa lá para fora! Oooohhh, que fofinho, somos cohecidos por ser carinhosos! A professora dizia que se uma característica dos espanhóis é tocaram muito em tudo e tocarem-se muito entre si, então nós somos cohecidos por nos beijarmos muito! Ahahah! O que eu me ri!!!!);

-melancolicos (esta deixei para o fim por causa do título e por causa da beleza a ela inerente. Adoro. Reconheço, concordo e adoro. Ficaria muito orgulhosa por ser reconhecida por esta característica, especialmente porque a descrição que a professora fez foi pelo Fado e porque toda a gente sempre imagina os portugueses muito melancólicos, a olhar o mar... E eu que gosto tanto de ficar horas a olhar o mar!!!! A frase que citei no título é dita por uma italiana, amiga da minha professora, que diz que quer morrer em Portugal, para morrer de melancolia - se bem que eu acho muito mais romântico dito em espanhol...- ao que a minha professora lhe responde sempre "Pues viene que te levo de copas por el Barrio Alto y vas a ver la melancolía...". Ahahahah!).

Besos mil!
A.R.



P.S.: Recebi o teu sms e fico à espera! Como sempre... Até porque, caso não tenhas reparado, o mês de Setembro termina agora e não há uma única entrada tua.

quarta-feira, 29 de setembro de 2010

PARABÉNS PIMIII!!!!

   






Richard Avedon



Não há palavras para exprimir o quanto eu gosto de ti e o quão feliz aniversário te desejo!!! Espero que as imagens falem por mim!

Há um ano atrás deixaste a tua "marcação de território" à Zé no Campo Grande. Espero que não faças o mesmo este ano em Barcelona... Convenhamos... Há que manter uma certa (boa) reputação! Ahahah!
Bolos de aniversário, para o Zé, são assim. Este é dele para ti. Com uma lambidela pelo meio...

Beijos mil!!! Com 21 velinhas!
A.R.


P.S.: Se cá estivesses, este era o meu presente para ti:
Mas como não estás... Olha, temos pena! Ahahahahah! (Ou se calhar não...)

terça-feira, 28 de setembro de 2010

New look!



Finalmente consegui ir cortar o cabelo!! Após meses a desejar rapá-lo... não, não fiz! Ahahah! Mas... A vontade ainda por cá anda! No entanto, com o frio a chegar... não me pareceu muito boa ideia.


Ele hoje por acaso até estava com bom aspecto. Mas aquelas pontas estragadas estavam mesmo em muito mau estado (olha que raio de conversa da treta...!). Resumindo:
O antes...
... e o depois!

Ficou exactamente aquilo que eu tinha imaginado, mas a minha mãe já me fez chegar a sua desaprovação, ahahah! Segundo ela, estas franjas faziam-se antigamente quando as pessoas eram pobres, para ficarem muito tempo sem ter de ir cortar o cabelo outra vez... Muito bom! Até nem é mal pensado... Mas por acaso não foi essa a motivação.


E tu, o que é que achas? Eheheh.

Beijinhooo!
A.R.

P.S.: Desculpa lá o ar parvonildo, mas uma coisa é tirarem-me fotografias, outra é tentar tirar a mim própria... O ar parvonildo é certinho como a morte!

domingo, 26 de setembro de 2010

Para TU te inspirares

www.weardrobe.com
Hoje trago-te uma sugestão pela manhã. Não tens uma camisola parecida? Já tinhas pensado usá-la assim? Gostei imenso de ver e achei que podias gostar de conhecer uma nova opção.

Beijinho grande,
A.R.

quarta-feira, 22 de setembro de 2010

segunda-feira, 20 de setembro de 2010

O Sr. Cão faz 7 anos!


Parabéns, Sr. Cão!!!

Muitos ossos, docinhos e lambidelas!
A.R.

E ganhou a Carina


Ups! Se calhar não podia dizer... É que afinal a final só vai passar na tv para a semana! Bem, tanto quanto sei, ninguém me pediu segredo nem assinei nenhum termo de confidencialidade. E havia lá muito mais gente a assistir...! Por isso, toma: ganhou a Carina!
Vista geral dos bastidores do desfile final do Projecto Moda (reconheces alguém na imagem?)

Pois é, lembras-te do edifício lindo que te mostrei no post anterior? Esquece. É só a fachada do edifício e nem sequer foi nesse lado do edifício que a coisa se deu. Foi no lado tipo armazém-pedra a desfazer-ferros ferrugentos-teias de aranha-estranho/assustador. mas chegámos à conclusão que aquilo em tempos teve qualquer coisa a ver com vinhos. Esquece tudo o que já alguma vez viste e imagina um armazém abandonado, escuro, cinzento, cheio de escadas e plataformas que não percebes onde vão dar e "buracos", varandins e rectângulos recortados no chão (com corrimões e afins). A pedra a desfazer-se, portas que não vão dar a lado algum, teias de aranha, ferrugem em sítios que à partida não esperarias, ferros que surgem vindos do nada, plantados no chão, elevadores que o devem ter sido mas que de certeza que já não são... Pronto, deve ser mais por aí.
Charriot com peças do Pedro
Uma das peças dele em silicone (não sei se dá para perceber)

Pois é, não consigo formar opinião relativamente às colecções que eles apresentaram. Essencialmente porque as duas colecções me pareciam a mesma. Uma parecia o seguimento da outra. E não me parece que isso seja muito positivo...

Em compensação, tanto um como o outro eram pessoas fantásticas. Gostei muito de os conhecer. Muito simpáticos, muito terra-a-terra, boas pessoas. E foi giro, ainda ajudámos bastante (e eu cosi muitos colchetes!). Infelizmente toda a logística das câmeras é demasiado constrangedora para mim. O efeito é imediato: começo a corar... a corar... e pimba, já não faço nada de jeito, parece que me começa a cair tudo das mãos, o pensamento bloqueia, enfim, já não faço nada de jeito, eheheh!

Por acaso tenho curiosidade em ver o programa e se aparecer deve ser a fazer alguma figura de tótó, de certeza!

Entretanto já escolhi a roupa para amanhã (que na realidade já é hoje). Não sei bem o que esperar e isso deixa-me um bocadinho atrapalhada. Que pena que não estejas aqui agora... E que pena que nem sequer me tenhas dito nada ainda!

Beijinho,
A.R.

domingo, 19 de setembro de 2010

Ontem, hoje e amanhã...

Ontem foi dia de festa de aniversário da A.C., jantarinho bom, jogatana de Trivial Pursuit (aos anos que eu não jogava! Desde aquelas noites fantásticas em que o grupo saía todas as noites de Verão e acabava sempre no Nox... Eu monopolizava por completo a máquina de jogos, ahahah!), foi muito giro! Fiz-lhe uma almofada em pied'poule, para combinar com um cadeirão que ela tem na casa nova. Ficou bonita! E ela parece ter gostado. Pena que não tirei fotografia... Estive a acabá-la ontem e acabei por nem me lembrar.

Hoje vou trabalhar na gravação do último programa do Projecto Moda, a nossa versão (cómica) do internacional Project Runway. Trabalhinho é trabalhinho e a remuneração é sempre bem-vinda! Além disso, ao que parece vai ser num edifício lindo em Marvila:
Edifício Abel Pereira da Fonseca

Acho que vai ser giro!

E entretanto amanhã... ou vai ou racha! Eheheh! No fim-de-semana passado fui até à feira da Ladra com uma amiga e acabei por comprar uma Parker amarela por 3€. Eheheh! Era amarela...! E entretanto esta semana, embora tudo se tenha precipitado e tenha sido um rebuliço tremendo, acabei por conseguir encontrar um caderno amarelo para combinar com a minha Parker, ahahah! É muito giro, abre dos dois lados e um é liso, o outro pautado. É da Fábrica, claro.


Beijinho grande,
A.R.

sexta-feira, 10 de setembro de 2010

Desfile e aviso sobre Montjuic


Bastidores do desfile da Stivali no Hotel Ritz

Ontem houve um "acontecimento" em Lisboa chamado Vogue's Fashion Night Out em que várias lojas na zona da Baixa/Chiado, Av. da Liberdade e rua Castilho ficaram abertas para lá das 19h até às 24h. Na realidade, este evento acontece simultaneamente em várias cidades no mundo (Humm... Não aconteceu em Barcelona? Por acaso não reparei quando li...), e esta foi a primeira vez que se estendeu a Portugal.
A propósito do acontecimento, houve um desfile da loja Stivali (que vende todos esses nomes brilhantes da moda internacional como Valentino, Chanel, Gucci, Dolce & Gabbana, Cavalli...) no Hotel Ritz Four Seasons. Soa bem... chique! Eheheh!
Zona dos ferros com vista para a zona da maquilhagem e cabelos

Houve uma coisa engraçada, a nossa equipa estava bastante reduzida e tivemos colegas novas nos bastidores que eram nada mais, nada menos, do que funcionárias e costureiras da própria loja Stivali. Elas foram fantásticas, adaptaram-se muito bem, mas foi divertido vê-las nas horas que antecederam o desfile num misto de nervosismo e ansiedade total. E, no fim. quando uma das chefes delas disse que as "Stivalettes" eram do melhor, não pude deixar de me rir. Muito cómico chamarem-lhes "Stivalettes", eheheh! Mas elas foram mesmo impecáveis! E via-se que estavam a adorar aquilo.
As modelos que eu vesti ontem: a Rea e a Jô (que tem uma filhota de 5 meses que levou para lá e que tenho a certeza que ias adorar)
O "meu" chariot. As quartas botas que vês ali eram as minhas preferidas: o cano era coberto por uma malha de corrente preta, eram absolutamente fantásticas! E havia uns sapatos Chanel com o salto esculpido em marfim... E uns sapatos pretos de renda Dolce & Gabbana... e uns botins pretos Gucci lindos...
Como podes ver era tudo roupa de inverno, mas com vestidos de noite fantásticos pelo meio.
Aproveitei para dar uma espreitadela nos pormenores interiores dos vestidos "de princesa" que por lá andavam. Eram imponentes...!
Estes (o preto e o bege) eram os mais rodados, mais tufados, mais poufosos que lá estavam. O interior da foto de cima era do vestido bege. Achei por bem começar a reparar nestas coisas, não vá a M. querer casar-se entretanto e eu ser contactada de repente para fazer o vestido... Eheheh! Se bem que a A. C. também já vai fazendo planos nesse sentido...


Entretanto contaram-me uma história no outro dia a propósito do Montjuic aí em Barcelona que não podia deixr de partilhar contigo, eheheh! Ao que parece há um senhor que costuma passear por lá todo nú! Ahahah! Fui no outro dia correr com a D. (espero ir hoje também) e ela estava-me a contar que quando esteve em Barcelona, foi passear para Montjuic com uns amigos e a certa altura viu um homem nú "com uma coisa pendurada que quase lhe batia pelos joelhos" (juro que foram estas as palavras dela) e que ao princípio não conseguiu perceber se ele estava mesmo todo nú ou se estava de cuecas com uma coisa pendurada... Porque ao que parece o dito senhor tinha o rabo todo tatuado o que, visto de costas, dava a ilusão de ter umas cuecas vestidas. Bem, ela disse que quando percebeu mesmo que ele estava todo nú se virou muito surpreendida para os amigos, a apontar para o homem e eles tiveram a reacção mais pacífica de sempre "sim, sim, isso é normal". Ahahah! Não normal no geral, mas pelo menos em relação àquela pessoa em específico, parece que o senhor jé é conhecido por passear por Montjuic em pelota.

Achei que podias querer saber, não se vá dar o caso de andares por lá a passear um dia destes e apanhes o susto da tua vida!

E de resto? Ouvi dizer que por aí é só festas de Erasmus! Ainda não vi nada! Não me chegou nada aqui porquê? Estou à espera de novidades! Já que não te consegues comprometer com regularidade, podias tentar publicar notícias pelo menos uma vez por semana, não...?

Beijinhos!
A.R.



terça-feira, 7 de setembro de 2010

*suspiro*

A semana passada voou assim: Vuuppt! E em grande parte isso deve-se aos livros da fotografia acima. Ai... eu sei, eu sei... Chamem-me o que quiserem: foleira, lamechas, ... Enfim, "é mesmo coisa de rapariga"... Ahahah! Eu aceito e assumo. Também eu tinha o "preconceito" e também tenho uma pontinha de vergonha mas... que se dane: gostei MESMO!

Tinham-me oferecido pelo aniversário o primeiro livro da saga - Crepúsculo - e desde então que estava ali arrumadinho na estante, junto dos livros que tenho por ler. No início da semana passada acabei de ler o livro que estava a ler desde Abril (Lolita, do Nabokov - comecei a ler quando comecei a ir para a Culturgest este ano, para o Indie) e apetecia-me algo "leve", assim só para ler calmamente antes de dormir. Eu já tinha visto o filme (numa altura em que a R. estava a passar por um grande drama, tinha rompido com o namorado de há muitos anos, e fizemos uma "noite de raparigas" e dispusemo-nos a apanhar uma overdose de filmes românticos para chorar tudo e rir muito a seguir) e, bem, não é segredo nenhum que acho o actor principal "um borrachinho" (como diria a minha mãe, ahahah)...! Como até tinha gostado do filme, e ler o livro é sempre diferente e traz sempre novos pormenores e melhores explicações, pensei que o romance seria o ideal para as minhas leituras antes de adormecer.

Pronto. Desgracei-me. Ahahah! Assim que comecei a ler não consegui parar. Acho que há ali uma droga qualquer que se nos afecta o cérebro conforme vamos mudando de página... Misturada com uns truques baixos apelativos à psique feminina... Ai, pronto, fiquei viciada e não consegui parar de ler (perdi inclusive uns 2 dias a ler dos quais não me lembro em absoluto!). Li o primeiro livro num dia, na noite seguinte tive de me arrastar até ao Vasco da Gama às dez da noite para comprar o segundo livro: não conseguia aguentar a expectativa. Entretanto também fui vendo os filmes. Via o filme, lia o livro. (Acho, inclusive, que já vi um filme que ainda nem chegou cá...) E na quinta-feira lá fui eu, novamente, comprar o terceiro livro, sem conseguir esperar...

O que vale é que, como na semana passada fui "cobaia" da D. a semana toda, isso ia-me obrigando a fazer pausas na leitura e a "viver" nos entretantos, ahah! Mesmo assim, forrei a capa dos livros com folhas de publicidade da Sportzone ou do Continente (lá está, vergonha, vergonha!) e andava com os livros para todo o lado, a ler no metro, na rua, na paragem do autocarro...

A propósito, estas são imagens do meu último dia de "cobaia". Tinha-lhe sido dada uma imagem de um figurino e a D. tinha de criar uma pintura facial que se adaptasse à roupa. Eu delirei com o Blush dourado, eheheh!
No fim-de-semana fui para Setúbal. Umas amigas minhas fizeram anos na semana passada e a maneira que arranjaram para comemorar foi com um picnic à noite em Tróia! Foi tão giro! Éramos 9: levámos comes e bebes (eu levei o meu cesto de picnic que fez imenso sucesso), jogámos à Maria Antonieta (calhou-me a Medusa, eheheh), resmungámos das melgas e regressámos com uma nova colecção de babas e comichões pelo corpo, ahahah! Mas foi muito giro. Ainda fomos depois a um barzinho em Setúbal com uma decoração vintage muito gira (assim estilo Fábulas) chamado Três 15 Dias (sim, o nome é estranho). O bar era muito giro, mas o atendimento péssimo...

Fiquei lá para domingo, ainda almocei com elas e vimos um filme coreano (mega dramático... ahahah! "Sympathy for Lady Vengeance" - eu não sou muito dada a cinema asiático, e supostamente matam um cão lá pelo meio, mas confesso que gostei) e... depois antes de ir para as camionetas para regressar a Lisboa a A. achou que era giro ir mostrar-me o Forte de S. Filipe e dar uma voltinha pela serra da Arrábida. Adorei o Forte, mas a serra... Ai! Coitada da A., a culpa não foi dela... Eu também não me lembrei que serra era sinónimo de curvas... Digamos que não foi uma boa ideia. Fiquei mal, muito mal... Suores frios, tonturas, agonia total... Elas dizem que eu mudei de côr, que fiquei branca como a cal. Tive uma bruta quebra de tensão, perdi a camioneta e nem me conseguia mexer/levantar. As minhas mãos tremiam... Enfim, só me vi assim uma vez: quando desmaiei em Palmela há uns anos atrás. Muita coincidência geográfica, tenho cá p'ra mim...

O que vale é que os meus pais estavam cá a passar o fim-de-semana e pude ligar-lhes a pedir para me irem buscar (estava com imenso medo de passar mal na camioneta ou com elas, coitadas!).
No meio disto tudo, perdi imenso tempo de leitura porque estava tão mal disposta que nessa tarde/noite mal consegui ler!

Resumindo, a segunda-feira (ontem) é uma mancha de letras. Acabei de ler o 4º livro esta manhã e... *suspiro*... já tenho saudades! Ahahah! Fico à espera que façam um quarto filme para babar e suspirar mais um pouco... Ahahaha!


E tu?? Tinha esperanças que dissesses qualquer coisa no entretanto... 'Tou super-curiosa! Mostra-me a tua casa nova, as tuas companheiras de casa, a tua escola...! As aulas de castellano começaram ontem, não foi? Que tal? Já consegues mandar piropos em español? Ahahah! Mostra-me Barcelona...

Beijinhos repenicados,
A.R.

sexta-feira, 3 de setembro de 2010

A loucura continua!

Ahahah! Como um amigo meu dizia, "A minha esteticista foi de férias e eu fiquei assim!"! Ahahah!
Dr. Jekyll & Miss Hyde

Ontem fui servir de cobaia para a D. outra vez. Foi demais! O exercício dela de ontem era maquilhar metade mulher, metade homem envelhecido. E olha que bem que eu fiquei! Adorei quando ela me pôs o "gode" (metade de bigode), um must!

Depois ela ainda me fez outra maquilhagem, um pouco gótica, em que me aplicou umas rosas em silicone na testa, pintou-me os olhos de preto e... pôs-me sangue nos lábios!! Adorei! Pedi para voltar para casa assim; quero começar a pôr umas pinceladas de sangue nos lábios todos os dias e lançar o boato de que sou vampira... Muahahaha!

Hoje fui uma espécie de princesa/boneca robótica. Adoro ver os lábios assim anulados da côr da pele. Já aprendi alguns truques, das coisas que mais gostei, para conseguir fazer sozinha.
Amanhã volto lá para o exercício de facepainting, acho que ela me vai pintar a cara toda de branco e colar uma espécie de folhos coloridos... Vamos ver como corre. Eu ponho aqui fotos, claro!

No final, hoje, fui jantar com a D. ao Dolce Vitta Tejo e fiz umas comprinhas... (já tinha saudades, confesso. A última coisa que tinha comprado era um livro - que já está quase devorado). Sapatinhos 11€, lenço 3€ e óculos 0,50€. Não tá maus pois não? Diverti-me imenso com 14,50€! Eheheh!

Saudadinhas! E mostra fotos da nova casinha assim que te mudares!
Beijinhoooo!
A.R.