sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

The BEST Christmas Gift!!!!



Chegou hoje pelo correio e foi com completa surpresa e cheia de ansiedade que tentei abrir a caixinha que a minha mãe me entregou com remetente da Austrália. A minha amiga amiga S. mandou-a e não me disse nada, a certa altura eu já estava tão nervosa que nem a conseguia abrir e teve de ser a minha mãe a dar-lhe o derradeiro golpe. E quando a abri...



Fartei-me de rir!! Obrigada S!!! Foi O MELHOR presente de Natal!

A S. juntou vários miminhos, coisinhas australianas giras e enviou-me. Adorei! A embalagem preta que vês à esquerda na caixa é, nada mais nada menos, que pensos higiénicos! Passo a explicar... Nós temos uma outra amiga que foi há menos tempo para a Austrália também e que escreve num blog muito engraçado onde vai contando as suas peripécias na Austrália. Um dos episódios mais engraçados de sempre foi o momento em que ela teve de comprar pensos higiénicos pela primeira vez lá, que ela conta aqui e depois aqui. Resultado: fiquei fascinada com a ideia de pensos higiénicos com design. Primeiro, porque me parece totalmente irrelevante que eles tenham desenhos ou não quando estão a cumprir a sua devida função. Segundo, porque a ideia, de tão parva, tornou-se mesmo gira e uma piada recorrente entre nós e costumo dizer-lhes que, se tudo falhar lá na Austrália, elas podem sempre trazer a ideia dos pensos com desenhos para Portugal que vão fazer uma fortuna, de certeza! Por isso podes imaginar o quanto eu não me ri ao ver a embalagem dos pensos!!!! Estou cheia de vontade de abrir um para ver como são (supostamente têm um motivo de flores cor-de-rosa), mas ao mesmo tempo, a embalagem parece-me "sagrada" e não tenho coragem de a estragar abrindo-a (estás a ver, S., os problemas de consciência que me arranjas?! Eheheh!)...

Ela mandou também:

Um iman para o frigorífico em forma de canguru com motivos aborígenes.

Dois koalas de chocolate recheados com caramelo (na realidade já só tenho um, o outro já foi papado, eheheh!).

Rebuçadinhos de mentol e eucalipto australianos.

E... TCHARAN! Um carimbo bigode!!!!! Não é MARAVILHOSO????

E ainda um "gentle cleansing milk" que, por ser branco não consegui fotografar (era uma embalagenzinha fantasma nas fotografias).

A S. é designer gráfica, trabalha numa farmácia em part time e ainda está a iniciar um projecto muito giro de design e eventos (essencialmente casamentos) que promete resultados deliciosos! Por isso percebes a sensibilidade dela para estas coisas... E eu que adoro estas pequenas susrpresas e mais: recebê-las por correio!!!! OBRIGADA S.!!!!!

Entretanto tenho 2 exames e 2 trabalhos para entregar para a semana e não faço a mínima ideia de como os vou fazer. Vou passar o último dia do ano a trabalhar e o primeiro do ano a estudar, estou mesmo a ver! Eheheh!

Beijinho grande e BOAS ENTRADAS EM 2012!!!
A.R.

quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Ciclo de Cine - Buñuel

Esta semana na cinemateca está um ciclo de cinema com filmes de Luis Buñuel. Hoje foi o primeiro dia e passou

 Un chien andalou (Un perro andaluz)



e

Él




Já tinha visto o primeiro há alguns anos, mas confeso que já não me lembrava de tudo e nunca tinha reparado que o olho que é cortado é visivelmente de um animal e não de uma pessoa... Fenomenal! As sessões foram comentadas por Miguel Marías e foi super-interessante, até porque ele estabaleceu paralelismos muitíssimo curiosos entre o filme "Él" e o "Vertigo" do Hitchcock (e realmente reconheci perfeitamente as cenas de que ele falou) e outra ainda mais intrigante na qual eu provavelmente nunca pensaria: entre Manoel de Oliveira e Buñuel! E não é que, analisados os factos, a coisa realemente faz sentido?!

Se puderes, tenta lá ir esta semana. Sexta-feira é o último dia e é sempre às 18h. Mas tens de comprar o bilhete às 17h em ponto quando a bilheteira abrir, ou arriscas-te a ficar sem bilhete que a sala é muito pequenina.

Tenho a certeza que ias gostar muito dos filmes de hoje, especialmente do "Él". A cena que te ponho aqui é do início e é das mais suaves. A seguir o filme torna-se um bocadinho paranóico, mas é mesmo isso e o seu surrealismo apresentado de uma forma bastante clássica (pelo menos no caso específico deste filme) que o torna tão interessante. Isso e o final deixar-nos a pensar que vai tudo recomeçar e talvez de forma ainda pior! Tinhas de ver (e a qualidade do filme na tela também era flagrantemente melhor que este trecho!).

E, como diria o padre, "pues yo opino sobre el amor que este pavo está muy bueno"!

Beijinho!
A.R.

quinta-feira, 17 de novembro de 2011

Finalmente!


Yey! Finalmente encontrei! As minhas primeiras galochas vermelhas! Eheheh!

São mais curtas do que é normal (o que para mim é bom, uma vez que quanto mais altas são mais problemas tenho que me sirvam por causa do músculo das pernas), são molinhas e fazem-me sentir como uma criança! 

Agora já pode chover outra vez que eu já estou preparada. Já me estou a imaginar de galochas vermelhas e Capuchinho vermelho... !!!

Beijinho!
A.R.


P.S.: O problema é que tal como havia vermelhas, também havia todas brancas e todas azul turquesa... E como foram uma pechincha já estou mesmo a ver que se para a semana passar por elas ainda sou capaz de lá ir buscar outras... Ai, ai!

terça-feira, 1 de novembro de 2011

Denisa Dvorakova by Dennison Bertram for Marie Claire Czech November 2011

Um dos inconvenientes de se estudar e trabalhar ao mesmo tempo é que não sobra tempo para os projectos artísticos. Tenho saudades de ter um fim-de-semana e de ir trabalhar para o meu atelier...








Imagens retiradas daqui.

A.R.