quinta-feira, 30 de junho de 2011

No último dia da P. em Lisboa arruinei-me por completo. Levei dois dias sem me conseguir mexer, cada vez que pousava um pé no chão para dar um passo fazia um esgar de dor, não tens noção de como fiquei... Sou mesmo uma fraquinha... Mas nesse dia andámos quilómetros!

O dia começou cedinho, com uma ida à feira da ladra com a M., que apanhámos na Baixa, seguida da voltinha do costume, passagem pela Tasquinha do Vadio, passeio pela Baixa e espreitadela à exposição das sardinhas - e desta vez subi as escadinhas e vi as sardinhas em 3D! À tarde, no meio das nossas voltinhas ainda estivemos com a L. também, a pôr a conversa e dia e a comer geladinhos, hummm!

À noite demos um bom pezinho de dança em plena Av. da Liberdade, junto ao quiosque do "melhor bolo de chocolate do mundo" (o tal que ainda não provaste, não é?) em grande comemoração do aniversário da S., foi tão giro!! Ainda passámos depois pelo arraial gay parade (era assim que se chamava), onde a minha amiga M., a Fresquinha (como ela chama a toda a gente), andava com um grupo de amigos. Mas aquilo não é para mim... LOL! Demasiado techno e louco para o meu gosto.

Fica aqui um "cheirinho"...


Olha eu e a P.!

M. e P.


Já reparaste que os vidrões da cidade foram alvo de intervenções artísticas ? Não me lembro do autor deste, mas lembro-me que era dedicado aos animais abandonados...
O saco giro da M. 

Gostava de andar nestas motocicletas que têm guia turístico incorporado. A M. já andou e diz que é muito giro, mas muito embaraçoso quando páras em sinais de trânsito, porque a gravação que vai servindo de guia turístico está a um volume muito elevado para poder ser facilmente ouvida durante a viagem, e quando a motocicleta pára e não há barulho aquilo continua descomunalmente alto e assusta as pessoas que vão calmamente a passear na rua, eheheh!
Vai um geladinho?
Oh, esta loja é fenomenal! Papabubble. Já te ofereceram uma vez uns rebuçados de maracujá daqui, não foi? Eu não resisti a um boião de rebuçados das festas de Lisboa: uns tinham sardinhas, outros tinham manjericos, outros um arco e diziam Lisboa! São óptimos! E lindos! E olha só as montras:
Tudo feito em açúcar!
Sardinhas em 3D
A minha sardinha é melhor que a da vizinha! 
Ofereceram-nos um balão em plena rua Augusta, a mim e à M. FIcámos todas contentes, pareciamos 2 crianças com o balão atrás, agarradinho à nossa mala.

A foto da P. nos Armazéns do Chiado que foi autolegendada, pela janela "O meu património  é ver Lisboa com outros olhos".
E à noite... Festaaa!

Dançámos tanto! Não admira que nos dias seguintes o meu corpinho se queixasse... Foi até às tantas!


A seguir faço outro post com aquilo que te prometi.
Beijinhooo!
A.R.

1 comentário:

Miminho.com disse...

Fantástico! Ainda me dá mais vontade de ir conhecer melhor Lisboa! :)